Notícias › 18/03/2019

“Só podemos ser discípulos com a Bíblia na mão”

Vamos proliferar grupos bíblicos para que o povo sacie a fome da Palavra.

Há mais de 20 anos o Seminário Franciscano Frei Galvão, de Guaratinguetá (SP), promove semanalmente a Lectio Divina, leitura orante da Palavra de Deus, através dos grupos de Círculo Bíblico em, pelo menos, cinco comunidades da Paróquia do Puríssimo Coração de Maria: Vila São José I e II, Vila São Bento, Santa Luzia e Santa Bárbara.

Os encontros acontecem, pontualmente, às segundas-feiras às 19h30min, sempre em uma casa diferente da comunidade e com a presença dos postulantes do seminário franciscano. O objetivo dos grupos bíblicos de reflexão é levar a Palavra para a realidade em que a família está inserida, afim de que o Reino de Deus possa se fazer presente em todas as realidades.

Apesar da prática do estudo da Palavra de Deus ser antiquíssima (remonta do século III) e muito incentivada pelo Concílio Vaticano II a retornar ao nosso dia a dia, a prática ainda não é muito comum para muitos católicos. O método consiste em lermos as passagens bíblicas propostas com tranquilidade e meditá-las à luz do nosso tempo, trazendo a Palavra para os nossos dias e traduzindo-a em ações cotidianas, pois só assim teremos em nós “os mesmos sentimentos de Cristo Jesus” (cf. Fl 2,5) o “Homem Celeste” (cf. 1Cor 15,49).

O Círculo Bíblico é para todos os fiéis que queiram se aprofundar na Palavra de Deus e assim compreender melhor a mensagem de Salvação e Libertação que Jesus Cristo revela a todos os batizados e batizadas nos dias de hoje. Através de cantos, orações e muita partilha, os encontros se tornam leves e fonte de espiritualidade para os fiéis.

A convite do Arcebispo Dom Orlando Brandes todas as paróquias da Arquidiocese de Aparecida devem aderir a prática dos Círculos Bíblicos. O mesmo já havia publicado um artigo através da CNBB, em 2008, comentando a necessidade de uma cultura e de uma catequese bíblica entre os católicos, porque em suas palavras: “a Palavra é criadora, eficaz e regeneradora. […] E só podemos ser discípulos com a Bíblia na mão, no coração e pés na missão”.

Com o apoio do pároco, Padre Jalmir Carlos Herédia, cada comunidade apresentou um coordenador para as atividades do círculo bíblico, afim de que tudo ocorra de forma ordenada na paróquia. As atividades se iniciaram, este ano, no dia 18 de Fevereiro após as reuniões do dia 07 na paróquia e do dia 11 do mesmo mês no Seminário Frei Galvão com a participação dos coordenadores de cada comunidade, dos postulantes e dos frades.

 

Deixe o seu comentário





* campos obrigatórios.