Artigos, Notícias › 26/01/2017

Postulantado retoma suas atividades

Postulantes

A etapa do Postulantado começa no dia 1º de fevereiro, quarta-feira, na Província Franciscana da Imaculada Conceição. Durante a Oração da Manhã (Laudes), às 7h30, na capela do Seminário Frei Galvão, em Guaratinguetá (SP), 19 candidatos serão admitidos pelo Ministro Provincial, Frei Fidêncio Vanboemmel, para fazerem a experiência de um ano em preparação para o Noviciado Franciscano de Rodeio.

Segundo as Constituições Gerais da Ordem dos Frades Menores, a formação inicial à vida religiosa franciscana é feita em três etapas: postulantado, noviciado e tempo de Profissão temporária: “O Postulantado é o período durante o qual o candidato pede para abraçar nossa vida, com a intenção de preparar-se convenientemente para o Noviciado; e a Fraternidade provincial, depois de oportuno e recíproco conhecimento, amadurece sua resposta sobre a admissão dele ao Noviciado”, define o documento.

Neste ano, a Fraternidade Franciscana São José acolhe dezenove jovens que fizeram a experiência de Aspirantado e estão aptos para ingressar no Postulantado. Desta turma, onze candidatos são do Estado de São Paulo, quatro vêm do Espírito Santo, dois do Rio de Janeiro e dois de Santa Catarina. São eles: Daniel Maciel, Davi Santos Silva, Éverton Junior Goschel Brito, Francisco Teixeira Júnior, Franklin Mateus da Costa, Gabriel Antônio Barão, Gabriel Nogueira Alves, Guilherme Plotegher Neto, Josiélio da Silva Oliveira, Lucas Moreira Almeida, Lucas Saraiva, Marcelo Tadeu S. Cardoso, Ramon Veloso da Silva, Roberto Almeida de Jesus, Roberto Rocha da Silva, Samuel S. Pimentel, Sérgio Hide Honna, Thierry Melo de Paula e Yves da Costa Bernardes.

Neste tempo, o mestre Frei Jeâ Andrade e a Fraternidade formadora terão a missão de ajudar o candidato a conhecer a si mesmo, completar sua primeira formação cristã, se for necessário, analisar as motivações íntimas de sua própria vocação e adquirir gradual conhecimento e experiência da vida franciscana.

“O postulantado é a etapa essencial para fazer a passagem da vida secular para a forma de vida franciscana”, lembra o mestre Frei Jeâ.

Por: Moacir Beggo

Deixe o seu comentário





* campos obrigatórios.